Arquivo mensal fevereiro 2019

PorThe Sage

Ahoy! Levante as pernas, verme de terra! alteie nossas cores inteligentemente antes que o mar nos castigue!

Em “A tale of pirates” você vai ter que agir rapidamente, tomar decisões impulsivas e gritar para seus companheiros pra que todos ajam como um relógio. Encarne um pirata escapando da marinha e partindo em busca de riquezas, aventuras e muitos perigos.

O jogo vem com uma campanha com dez pacotes com componentes e cartas surpresa, que devem ser jogados em ordem e, mais tarde, se tornam componentes pra jogar a partida no cenário que decidir. Não é uma pegada “legacy” (em que componentes são destruídos e o jogo alterado permanentemente) e sim uma deliciosa e instigante aventura em que estará sempre ansioso para ver o que vem adiante.

Jogado em tempo real com um aplicativo (disponível para IOS e Android, recomendo testar a compatibilidade antes de adquirir o jogo), utilizando um navio giratório de papelão tridimensional e componentes que ajudam a te manter envolvido, este lançamento da Bucaneiros jogos cria partidas memoráveis, rápidas e hilárias.

jogo em tempo real

Cada pirata recebe uma ampulheta de aproximadamente 30s. que vai usar pra realizar uma ação no navio. Uma vez escolhida a ação é necessário esperar os 30s. da ampulheta para executá-la e rapidamente escolher a próxima.

O tempo das missões varia, mas já adianto, é curto, e esses 30s. farão falta. Use-os sabiamente para planejar com seus companheiros as próximas ações e lembrá-los de executar celeremente o que estão fazendo.

As regras são tremendamente simples, sendo um ótimo jogo familiar, facilmente assimilado por crianças a partir dos 8 anos e adultos de todas as idades, recomendado para todos que procurem uma experiência cooperativa intensa e bem diferente.

O aplicativo indica o setup da dificuldade escolhida, tudo de maneira clara e didática. Quando a missão se iniciar, o navio estará rodeado de cartas com a face para baixo.

E, para onde ele apontar, as cartas serão reveladas. Outra maneira de revelar uma carta é colocar uma ampulheta no cesto da Gávea (no alto do mastro). Dependendo de como foram reveladas as cartas tem efeitos diferentes.

Outras ações disponíveis são recarregar os canhões, consertar o navio, ajustar as velas (alterando a velocidade e manobrabilidade), atirar e manobrar o navio. Saber o ritmo e hora de usar cada uma é a chave para sobreviver aos constantes ataques da marinha, aos rochedos e até mesmo ao Kraken!

Coloque uma trilha sonora, pegue sua garrafa de grogue e comemore cada vitória e volte para uma revanche a cada derrota, pois elas acontecerão, inevitavelmente mas não se desanime, a persistência recompensa bastante nesse jogo.

“A Tale of pirates” e muitos outros jogos você encontra na loja e ludoteca do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

Pé ante pé entre nas cavernas do covil de um dragão adormecido para roubar artefatos lendários e vencer uma desafortunada aposta. Todo cuidado é pouco para não tropeçar e CLANK!

“Clank!” é um bem humorado jogo que combina a exploração de uma rede de cavernas infestadas de goblins (sempre parece ter um ao alcance de sua espada) com uma mecânica de construção de decks de uma forma simples e com pouquíssimas regras.

Em seu turno jogue as 5 cartas de sua mão e compre novas 5. Elas lhe permitirão se mover, lutar, usar conhecimento pra adquirir novas cartas, e fazer clank (onomatopéia para falhar miseravelmente em não tropeçar e fazer um barulhão). Quase tudo é mostrado com uma iconografia fácil e precisa ou textos simples e diretos para os quais valem a máxima: “ler a carta explica a carta”.

Sempre que terminar um movimento numa sala você pode pegar um item naquela sala. Estes itens vão te ajudar, valerão pontos ou melhorarão cartas. Mas se encontrar um ovo de dragão ou roubar um dos artefatos, a fúria do dragão aumentará.

O dragão está sempre à espreita, no começo ainda sonolento, mas à medida que corre a partida ele desperta e passa a representar um perigo real para os aventureiros. Sempre que as cartas forem ser repostas, se um card com o simbolo de dragão aparece, o dragão ataca. Até a mecânica disso não poderia ser mais simples: sempre que um jogador faz barulho, ele coloca um cubinho de clank de sua cor em jogo. O dragão puxa de um saquinho um número de cubinhos e os devolve aos donos como dano.

Assim que um ladrão pegar um artefato ele pode fugir das cavernas (e só pode fugir se tiver um artefato, nem morto você voltaria de mãos abanando). Isso inicia o fim do jogo, e, em 4 turnos (em que os restantes receberão ataques constantes do dragão) as cavernas desmoronarão. Se você, por sorte, estava acima do solo, as pessoas do vilarejo te resgatarão com vida. Quem tiver mais tesouros vencerá essa disputa.

“Clank!” é um jogo extremamente popular por sua facilidade e por quão divertida é a aventura. Simples o suficiente para crianças a partir dos 10 anos jogarem sem dificuldade e profundo o suficiente para jogadores experientes se divertirem, é raro desagradar a alguém (geralmente a quem gosta exclusivamente de jogos estratégicos pesados e que não dependam da sorte).

Devo acrescentar duas coisas: compre sleeves (tamanho padrão). “Clank!”, apesar de uma produção sensacional com cartas de uma gramatura acima da média, é bastante embaralhado e precisa da proteção (o mesmo é verdade para todo deck building) e experimente o “Companion app” da Renegade (estudio que criou Clank!) Apesar de estar disponível apenas em inglês, é bem simples e deixa o jogo ainda mais divertido).

Clank! e muitos outros jogos você encontra na loja e ludoteca do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

Teste os limites da sua coragem com toda sua família em Fear!

Fear é o primeiro de uma série de jogos com um conceito muito interessante: não há regras a aprender antes de jogar.

As regras são apresentadas à medida que se joga. O deck vem organizado para se jogar 10 a 15 partidas antes de chegar ao final (e poder resetar ou embaralhar) e gradualmente regras muito simples vão sendo acrescentadas.

Todas partidas são rápidas, pouco mais complexas que o clássico e amado Uno, sendo acessível para crianças adultos e idosos, podendo ser uma ótima atividade familiar. Também é uma ótima forma de apresentar novos jogos a pessoas resistentes a conhecer o hobbie.

No começo o único objetivo é evitar jogar cards de fantasma q somem mais que 15 de medo. Você tem q ou comprar uma carta ou jogar uma, e se tiver 3 cartas é obrigado a jogar. Conseguindo, uma nova regra será acrescentada (nada complicado e não estragarei a surpresa).

Depois que acabar o deck, se for jogar a primeira vez com alguém, recoloque em ordem (as cartas são numeradas). Se for jogar com as mesmas pessoas, basta embaralhar as cartas para uma experiência aleatória.

O tema de fantasmas e medo não cola muito, sendo um jogo bem abstrato. As cartas são bem feitas, coloridas e de ótima qualidade e podem ser colocadas numa caixinha bem menor e levado para todo canto.

Recomendo para famílias que queiram uma atividade leve e rápida, para jogadores procurando um jogo introdutório que caiba no bolso e seja extremamente amigável e para crianças a partir dos 8 anos.

Fear e muitos outros jogos você encontra na ludoteca e na loja do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

A cidade velha se encontra ameaçada! Ajude na construção de Gnomopolis, a nova cidade dos gnomos e na migração de seu povo.

Em Gnomopolis cada jogador é um construtor e vai profissionalizar sua equipe, migrar os cidadãos da cidade antiga para a nova, construir prédios e receber a visita de conselheiros.

As regras são simples e giram torno de montar seu copo de gnomos: em seu turno você usa os gnomos que estão preparados em diversas ações em seu tabuleiro, todas com uma iconografia fácil e bem clara. Os espaços com um x exigem q aloque os gnomos deitados, indicando q eles deixarão sua força de trabalho. Os gnomos ganhos vão pra área de cansados.

Ao fim de seu turno, saque 3 gnomos de seu copinho e os coloque na área de preparados. Se faltar algum, coloque no copo os gnomos da área de cansados.

Uma vez por turno você pode usar os trabalhadores indicados para construir.

Ao fim do jogo, cada prédio contrata uma certa quantidade e especializações de gnomos. Eles valem a pontuação descrita. Os que ficarem desempregados valem pontos negativos.

De jogabilidade rápida, divertida e bastante intensa, essa incrível produção da Conclave com o designer nacional Igor Knop só merece elogios. Iconografia muito bem escolhida, belíssimas ilustrações, peças de madeira e regras elegantes e polidas.

Recomendado para jogadores acima de 14 anos que já tenham experimentado alguns jogos mais simples anteriormente. Existe uma curva de aprendizado suave e constante, mas em breve qualquer um estará construindo combos de ações em Gnomopolis.

Este e muitos outros jogos você encontra na ludoteca e na loja do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

Tianlong, o dragão do céu e Dilong, o dragão da terra estão prestes a duelar pelo domínio do mundo.

Em Tao Long cada jogador controla um dos dois dragões ancestrais. O cenário da batalha varia e o jogo vem com muitas peças e setups diferentes para tanto.

O jogo se passa em áreas distintas do tabuleiro, em duas fases por turno. A fase do espírito, jogada num ba gua (disposição dos aspectos do yin e yang, conceito filosófico primordial na China), dita como seu dragão agirá e deixa ações disponíveis para seu oponente. A fase do corpo é a execução real do que foi jogado no ba gua.

Existem níveis de dificuldade nas regras de tao long, em seu nível mais básico a sua movimentação no Ba gua ocorre no sentido anti horário e você pega todas as peças numa casa e deixa uma em cada casa da roda. Onde colocar a última peça indica que ação executará (o movimento tem que ser válido).

Na fase do corpo o dragão executa o movimento escolhido, lidando com obstáculos, portais, caçando seu inimigo, cuspindo ou absorvendo fogo ou água.

A cada 4 de dano um dragão perde 1 de seus 3 segmentos. Perdendo os 3, será nocauteado e irá hibernar pelos próximos 1000 anos para a próxima batalha.

Tao long é uma belíssima produção. As ilustrações, conceitos e detalhes passam todo o tema e clima orientais com maestria. Tudo é claro, simples e bem feito, do design gráfico a todos materiais usados.

O jogo em si é um abstrato criado por uma dupla de designers brasileiros e a octoestudio, financiado através de kickstarter e distribuído mundialmente pela thundergryph. Elegante, robusto e profundo, este é um de meus favoritos pessoais.

Recomendadíssimo para amantes da cultura oriental e aficionados por jogos abstratos, Tao long é indicado para jogadores de diversos níveis de experiência a partir dos 14 anos (embora, na minha opinião, com 10 anos já seja tranquilo em sua forma mais simples). Comecem pelas regras básicas e vão avançando lentamente na curva de aprendizado do jogo.

Menos recomendado para jogadores que gostem apenas de party games e jogos mais leves ou que se frustrem com jogos com curvas de aprendizado acentuadas, com zero de sorte, a experiência realmente recompensa quem joga a mais tempo e só apanhando pra se aprender.

Quem governará pelos próximos mil anos?

Tao Long e muitos outros jogos você encontra na ludoteca e na loja do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

Só você pode guiar Noria a uma nova era de prosperidade, transformando-a em um verdadeiro império comercial.

Em Noria você tem o papel de um poderoso comerciante que criará uma estratégia de exploração de novas ilhas em busca de matéria prima, construção de fábricas e produção de bens. Além disso usará sua influência para manipular os políticos e o mercado, de forma a fazer que seus produtos sejam os mais valiosos.

Poderia ser mais um jogo estratégico de exploração, mas ao ver o tabuleiro pela primeira vez, fica claro que estamos em um mundo muito diferente. A temática steampunk é passada pelas escolhas estéticas do jogo, com belas ilustrações de Noria, uma enorme cidade em.uma ilha voadora. Barcos navegando os céus em busca de novas ilhas flutuantes, mecanismos expostos entre as nuvens e vapor.

O coração do jogo encanta aos olhos e ao toque. Um mecanismo composto de três engrenagens de papelão e plástico traz a abstração da criação de sua estratégia para o mundo físico, num verdadeiro quebra cabeça do qual não se pode escapar. Quem o dominar melhor, vencerá.

Em seu turno ativará sua engrenagem e poderá executar ações alocadas em encaixes em cada roda. As ações disponíveis e quantas conseguirá executar dependerão muito de seu manejamento do mecanismo e de como as encaixa à medida que as conquista.

Estas ações lhe permitirão explorar, pesquisar, construir, produzir em suas fábricas, atualizar suas ferramentas, avançar um de quatro projetos de desenvolvimento na cidade e mais. Para ter o que precisa, quando precisa, será necessario muita estratégia.

Mas a ação mais importante na roda é a menos utilizada mas que lhe permitirá usar conhecimento para influenciar políticos a votar no projeto em que está investindo e subornar outros pra que não votem nos projetos de seus rivais. O apoio aos projetos define o valor de cada um ao final do jogo, e muitas vezes não ignorar essa ação rouba a vitória de poderosos magnatas que investiram em produção, subestimando a política.

Noria é um jogo estratégico sem uso da sorte, podendo ser difícil para iniciantes competir com pessoas experientes, sendo necessárias algumas partidas para dominar bem as engrenagens. No entanto a experiência de aprendizado é instigante e prazerosa se o jogador foca nisso.

É recomendado para jogadores com alguma experiência, vai instigar a curiosidade de quem é experiente e gosta de um jogo peso médio e, por fim, para quem aprecia um jogo estratégico com construção de mecanismos e manejamento de recursos.

Noria e muitos outros jogos você encontra na loja e ludoteca do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

Muita loucura e muitas risadas com as crianças são garantidos em Dança dos Ovos!

Composto de uma caixinha com 9 ovos de borracha ,um ovo de madeira polido e dois dados de madeira, a mais recente adição aos jogos infantis no Brasil, Dancing eggs, é um jogo de festas rápido e hilário onde os jogadores em sua vez rolam o dado vermelho e todos tentam fazer o que o dado manda mais rapidamente que os amigos.

Ele pode instruir a cacarejar um alto COCOROCÓ, ou ficar em silêncio, um baixo cocorocó se botar um ovo, pegar um dos ovos de borracha e deixar quicar (e quem pegar primeiro fica com ele), dar a volta na mesa e sentar em sua cadeira ou mesmo correr pra pegar o dado e roubar um ovo do cesto.

Quem conseguir primeiro, rola o dado branco, que mostra lugares do corpo e segue a instrução, pega um ovo do cesto e segura-o firmemente onde o dado instruiu. Se tirar um lugar onde já tenha um ovo, escolhe entre colocar um segundo ovo ali ou escolher outra face do dado..

Mas cuidado! Se deixar os dados caírem vai ter que ir buscar… E boa sorte se estiver segurando um ovo entre seus joelhos, um no queixo e um na axila.

O jogo segue até um jogador derrubar um ovo. Se todos dez ovos acabarem, quem ganhar um ovo aponta qual ovo, de qualquer dono, quer… E ele deve entregar sem reclamar.

Quando o jogo acaba cada jogador marca um ponto por ovo que possui.. e dois se estiver com o ovo de madeira. Quem tiver mais, ganhou e todos partem para a próxima partida.

Recomendado para crianças a partir dos 5 anos, Dança dos Ovos consegue juntar uma família ao redor de uma mesa de jeito fácil e engraçado ou ser jogado pelos pequenos sem muita supervisão.

Dancing eggs e muitos outros jogos você encontra na loja e na ludoteca do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

Blefe, manipule e leve para sua tribo os tesouros piratas nas ilhas em Costa Ruana.

Os jogadores tomam o papel de líderes tribais e xamãs tentando enxergar a tática dos outros para superá-los num rápido, simples e colorido jogo com muita interação, blefe e programação de ações, além de controle de área.

Em seu turno cada jogador coloca uma carta com a face pra cima, a sua frente ou de outro jogador. Essas cartas tem uma de quatro cores e podem alocar nativos, desalocar nativos, mover uma unidade (sua ou dos oponentes) ou mover um tesouro. Depois, cada jogador coloca uma segunda carta com a face voltada para baixo.

Então, cada jogador escolhe uma carta para duplicar, a sua frente ou de outro jogador, com a face pra cima ou pra baixo, e coloca um meeple para indicar.

A pegadinha está no fato que apenas duas das 4 cores se ativarão por turno, e essa decisão está nas mãos do Shaman da rodada. Isso pode causar uma mudança tremenda de paradigma e destruir o planejamento de um jogador.

Depois deste passo se resolvem as cartas que se ativaram e que foram copiadas. Quem tiver mais nativos em cada ilha rouba um tesouro e recupera um de seus aldeões. Em caso de empate, ninguém rouba. Se dois empatarem e houver um terceiro jogador com aldeões na ilha, ele rouba o tesouro e foge.

Quem pegou menos tesouros é o proximo xamã e os tesouros são ocultos em uma simpática tenda de papel, permanecendo escondidos até o fim da partida.

Simples porém esses pequenos detalhes tornam Costa Ruana um jogo muito difícil de prever, dividindo opiniões entre os jogadores. Quem gosta do que ele oferece gosta demais do jogo e quem desgosta, o odeia.

A edição brasileira da Mandala Jogos ficou muito mais bonita que a edição americana, muito mais colorida e melhor ilustrada, com uma arte minimalista que traz muito dessa vibe tribal. Único detalhe foi a perda da pecinha de madeira do shaman para uma de papel.

Recomendadíssimo para quem gosta de controle de área e quer algo rápido, leve e diferente, com blefe e sorte, atende jogadores a partir dos 8 anos de qualquer nível de experiência com jogos.

Costa Ruana e muitos outros jogos você encontra na ludoteca e na loja do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

É a noite da caçada e estamos descendo os sombrios túneis da masmorra do cálice em busca de sangue de terríveis bestas.

No mundo gótico de Bloodborne (e dos outros títulos e spin offs de Dark Souls), caçadores são poderosos e ágeis guerreiros, armados com uma arma composta em sua mão direita e uma arma de fogo em sua mão esquerda, confiando em sua agilidade e reflexos como única defesa. Sua missão varia, mas uma coisa é constante, envolve eliminar as bestas e outros perigos desse distorcido mundo.

A cidade de Yharnan é antiqüíssima, construída perto da cidade antiga e dos túneis, que dizem terem sido escavados pelos próprios antigos e pelos Pthumerians, antigos adoradores dos antigos e seus cálices.

Na cidade de Yharnan sangue é extremamente valioso. A igreja o usa para curas milagrosas. Infusões do sangue podem fechar feridas mortais e curar doenças rapidamente. Sangue se tornou uma obsessão e num mundo tão sombrio como esse, os cidadãos já não confiam em quem vem de fora da cidade e são considerados insanos por quem não é um nativo.

Você e um grupo de caçadores forasteiros foram contratados para descer o labirinto na noite da caçada, você mesmo procurando uma cura milagrosa para sua condição.

Vocês descem a masmorra num estado entre o sonho e a realidade chamado o “sonho do caçador”, um ritual ancestral que permite que caçadores escapem para essa “dimensão” em casos de emergência e para se preparar, armar e, nesse caso, armazenar em segurança os ecos de sangue coletados.

O jogo usa mecânicas simples de construção de decks, onde os jogadores começam com armas básicas e a cada vez que vão ao sonho do caçador recuperam as cartas usadas e adquirem uma nova.

Em seu turno, escolhem uma carta simultaneamente, as revelam e as resolvem na ordem de jogo. Depois o monstro que estão enfrentando ataca a todos. Quem sobreviveu, então ataca usando a carta q selecionou. Cada ponto de dano rende um eco de sangue.

Se você causou dano no round que um monstro morreu, ganha um troféu.

Os monstros são semialeatórios. Você prepara um deck de monstros com 3 chefes, 7 monstros comuns e um chefão. O objetivo é matar o chefão, que, geralmente possui regras ativas durante todo o jogo,fazendo cada partida uma experiência única.

O jogo é uma experiência de blefe, arriscar a sorte, construção de deck e manejamento de riscos e recursos, num ótimo jogo em alguns momentos cooperativo, mas com apenas um vencedor.

Produzido pela Cmon e trazido para o Brasil pela Galapagos Jogos, Bloodborne é uma belíssima produção, com marcadores lindos e eficientes, insert funcional e arte tirada dos jogos de videogame da franquia (é uma adaptação do jogo de mesmo nome, mas não tenta copiar as mecânicas, apenas a ambientação).

Rápido e sombrio, recomendo o jogo para adultos, fãs da franquia de videogames, jogadores de todos niveis de experiência. Não é recomendado para pessoas impressionáveis com sua arte e história sombrios, para jogadores que odeiem sorte em jogos (batalhas resolvidas por dados) e para crianças pelo teor da história e ilustrações.

Bloodborne e outros ótimos jogos você encontra na loja do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH

PorThe Sage

Parta em uma expedição para lugares exóticos em busca dos escaravelhos de ouro de Scarabya.

Scarabya é a mais nova adição aos jogos de colocação de peças. Em seu modo básico os jogadores receberão um tabuleiro modular, montado de forma igual mas com temas e visual bem diferentes.

Nele, montanhas tridimensionais indicam espaços que não podem ser cobertos e uma grande quantidade de escaravelhos está visível.

Uma carta de peça é sacada e todos jogadores a posicionam simultâneamente. O objetivo é delimitar uma área de busca de 4 espaços ou menos e pontuar pelos escaravelhos nela.

Neste modo, é um jogo sem qualquer interação, em cada jogador resolve seu próprio quebra cabeça, ganhando quem conseguir mais escaravelhos.

Além desse estão disponíveis dois outros modos de jogo.

Em um deles dois jogadores partilham o mesmo tabuleiro e peças e
Se revezam puxando cartas, colocando peças e pontuando. Este modo transforma o jogo num ótimo jogo interativo e numa competição acirrada.

O outro modo é um desafiador modo solo, em que o jogador saca cartas normalmente, mas tem que cobrir todos os escaravelhos do tabuleiro com as peças.

Com regras simples, rápido e uma boa rejogabilidade em todos seus modos de jogo, Scarabya pode facilmente ser apreciado por crianças e adultos com qualquer nível de experiência em jogos de tabuleiro.

Recomendo para quem gosta de jogos de colocação de peças, pentaminos, quebra cabeças e queira um jogo leve, muito bonito e divertido.

Scarabya e muitos outros jogos você encontra na ludoteca e na loja do ClubeNerd.

Venha jogar conosco!

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos jogos de tabuleiro! Siga-nos nas redes sociais:

Facebook/ClubeNerdBH | Instagram/ClubeNerdBH